Weby shortcut
Logo_fm
cel_imag

Estudo mostra que radiação de telefone celular altera a atividade cerebral

Pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos descobriram que menos de uma hora de uso do telefone celular pode acelerar a atividade cerebral.

 

Já sabemos que todos os celulares hoje em dia emitem uma pequena quantidade de radiação. Por serem equipamentos relativamente recentes, ainda não sabemos ao certo como ela afeta o corpo humano. Alguns estudos chegaram a sugerir que talvez eles estejam ligados à formação de raros e pequenos tumores no cérebro, mas ainda trata-se apenas de uma teoria. Um estudo liberado hoje, no entanto, conseguiu interligar uma mudança do comportamento do cérebro com o uso prolongado de celulares.

O estudo foi conduzido pela Doutora Nora Volkow em 2009 e foi relativamente simples. 47 voluntários tiveram dois celulares desligados colocados em cada orelha e, logo depois, seus cérebros foram escaneados usando o método PET scan. Depois desse um segundo escaneamento foi feito, mas dessa vez com o celular da orelha direita ligado e com uma chamada ativa durante 50 minutos. O resultado é mostrado logo abaixo.


A imagem mostra que a área perto da antena do celular sofreu um aumento de 7% em consumo de glicose em relação ao escaneamento anterior, se tornando um pouco mais ativa. Como a ligação era sem áudio, a área do cérebro que apresentou atividade no segundo escaneamento não estava relacionado com o interlocutor pensando ou conversando com uma pessoa do outro lado da linha.

A Dra. Volkow alerta que essa pesquisa é bastante preliminar e não determina se a radiação de celulares interfere com a saúde humana, apenas afeta de alguma forma o cérebro, seja positiva ou negativamente. Ela também diz que que esse estudo prova a importância de se realizarem pesquisas mais longas e detalhadas na área, para que cheguemos a uma conclusão definitiva.

Como um usuário de celular que tem familiares que gostam de falar por quase uma hora quando ligam, eu não poderia concordar mais.

Tradução e adaptação:
Rafael Silva, 23/02/2011
tecnoblog - diário tecnológico
Fonte original:
http://well.blogs.nytimes.com/2011/02/22/cellphone-use-tied-to-changes-in-brain-activity/
http://jama.jamanetwork.com/article.aspx?articleid=645813

Arquivos relacionados Tamanho Assinatura digital do arquivo
brain_cel_scan 30 Kb c885f398a203f19ec06916f32babcbad