Weby shortcut
Logo_fm

Bolsas e Auxílios

Atualizado em 26/11/14 16:03.

Informações sobre oportunidades de bolsas, auxílios e moradia estudantil. 

 

-        Bolsas e Auxílios Sociais

A Universidade Federal de Goiás - UFG possui uma série de ações voltadas para a assistência estudantil (alunos de baixa renda) e também ações voltadas para o aprimoramento da formação. Na assistência estudantil, existem algumas bolsas:

  • Moradia Estudantil – vagas em moradias tanto no Campus I quanto no Campus II, preferencialmente para os alunos procedentes de fora da região metropolitana de Goiânia, somando 314 vagas. 
  • Bolsa Alimentação – O restaurante universitário está terceirizado desde abril de 2004, tendo origem neste mesmo ano a Bolsa Alimentação para viabilizar aos estudantes de graduação de baixa renda a isenção de pagamento de refeições nos RU's. Estes estudantes poderão solicitá-la após a efetivação da matrícula. 
  • Bolsa Permanência – O Programa de Bolsa Permanência atende estudantes de baixa renda dos cursos de graduação da UFG e busca contribuir para a permanência deles na universidade pública. O critério principal para participação é que as atividades sejam desenvolvidas na área de formação acadêmica do bolsista sob a supervisão de um orientador. A remuneração mensal de R$ 400,00 (quatrocentos reais) aos bolsistas que cumprirem às 20 (vinte horas) semanais em projetos e estudos relacionados ao curso. Os recursos financeiros do Programa são provenientes do PNAES - Plano Nacional de Assistência Estudantil.

Os alunos interessados em alguma bolsa de assistência estudantil devem procurar a Pró-Reitoria de Assuntos da Comunidade Universitária (PROCOM) para obter mais informações. Endereço eletrônico: http://procom.ufg.br/

 

-        Bolsa de Caráter Cientifica  

Também existem oportunidades de bolsas acadêmicas administradas pela Pró-Reitoria de Pesquisa & Inovação (PRPI), a qual uma das funções inclui as atividades de pesquisa (cadastro de projetos de pesquisa), iniciação científica e tecnológica e comitês de ética. Endereço eletrônico: http://prpi.ufg.br/ 

  • Bolsa de Iniciação Científica (PIBIC) – consiste de uma remuneração mensal de R$ 400,00 (quatrocentos reais) para participação em projeto de pesquisa científica. É voltada para alunos do 2o ano em diante, que tenham bom desempenho acadêmico. É necessário que o estudante tenha média global das disciplinas maior ou igual a 6,0 (seis). O estudante interessado deve procurar um professor para ser seu orientador. É importante que o aluno aproveite os Seminários da Graduação para conhecer as linhas de pesquisa existentes na Universidade e procurar mais informações sobre aquelas com as quais ele se identificar, desde que sejam relacionadas à Engenharia Física. 
  • Bolsa de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI) – consiste em remuneração mensal no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais). Semelhantemente ao PIBIC, com a única diferença que o aluno irá participar de projetos voltados para o desenvolvimento tecnológico e inovação.

 

-        Bolsa para Calouro  

  • Programa Jovens Talentos para Ciência (PJTC) – consiste em remuneração mensal no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais) voltada exclusivamente para os estudantes ingressantes (calouros). A bolsa é implementada no 2o semestre e tem duração de 1 ano. A seleção é feita através de um exame de conhecimentos gerais realizado no 1o semestre. Os alunos classificados nesse exame não podem ter reprovação em nenhuma disciplina para que possam ser contemplados. Os alunos interessados podem obter mais informações, principalmente com relação à inscrição, na Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD). Endereço eletrônico: http://prograd.ufg.br/

 

-        Participação em Eventos Científicos

Outra ação de apoio acadêmico aos estudantes é a concessão de passagens para participação em eventos científicos de âmbito nacional. Esse auxílio é fornecido tanto pela PROCOM. Para maiores informações entrar no site da Pró-Reitoria: http://procom.ufg.br/,  quanto pela Fundação de Apoio à Pesquisa (FUNAPE), http://www.funape.org.br/.

 

-        Programa Ciência Sem Fronteiras

Além disso, existem excelentes oportunidades para realização de parte dos estudos e pesquisas no exterior por meio do Programa Ciência Sem Fronteiras do Governo Federal (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação-MCTI/CNPq e Ministério da Educação-MEC/Capes). Endereço eletrônico: http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/

 

Nota:

É importante observar que não é permitido o acúmulo de bolsas remuneratórias! Também não pode ter bolsa remuneratória quem tem qualquer vínculo empregatício. Aqueles que quiserem participar de projetos de iniciação científica, mas não queiram abrir mão de algum trabalho remunerado com vínculo empregatício, podem participar do programa de iniciação científica voluntária (PIVIC) que se diferencia do PIBIC unicamente por não ser remunerada.

Listar Todas Voltar